Vida do educador Vilson Steffen é tema de documentário

20/06/2012 08:12

Documentário reunirá 150 fotografias (tanto do professor quanto da Barra da Lagoa), pesquisas antropológicas e entrevistas

Quando chegou à Barra da Lagoa para dar aulas  na Escola Básica Municipal Acácio Garibaldi São Thiago, no final dos anos 70, Vilson Steffen, o Professor Neto, estranhou a ansiedade das crianças. Logo percebeu que a situação era causada por uma abordagem educacional distante da realidade dos estudantes. Então criou iniciativas que as envolvessem em projetos da escola, para resgatar a cultura local e aproximá-las da natureza. A partir dos resultados obtidos nestas experiências, Professor Neto passou a ser considerado uma figura marcante no cenário político e educacional de Florianópolis.

Sua trajetória na Barra da Lagoa será documentada por membros do Núcleo de Antropologia Audiovisual e Estudos da Imagem, ligado ao Departamento de Antropologia da UFSC. Alex Vailati e Matias Godio, pós-doutorandos do Programa de Pós-Graduação em Antropologia da UFSC, desenvolvem o trabalho com ajuda do bolsista do curso de Ciências Sociais Yuri Neves. A ideia é traçar um paralelo entre a vida de Neto (falecido há dois anos) e as transformações urbanas e sociais no bairro. “Hoje é normal essa ideia da importância da natureza, mas naquela época ele apresentava um projeto pioneiro. Chegava até a dar aulas para crianças na praia”, conta Vailati.

Para o Professor Neto, o ensino não era apenas uma ferramenta técnica, mas um instrumento para libertar o pensamento. Entre suas iniciativas está a Associação de Pequenos Pescadores e Rendeiras da Lagoa da Barra, onde crianças de sete a 13 anos desenvolviam atividades como aulas de capoeira, coral, teatro de bonecas e artes plásticas. O projeto tinha o objetivo de introduzir o debate sobre história das raízes brasileira e as próprias raízes dos moradores.

Outra iniciativa do professor foi a criação do Coral de Idosos. Cantando e contando os seus “causos”, Neto acreditava que esta era uma boa maneira de unir diversas gerações em torno de um objetivo comum: a preservação da cultura e da natureza local. Nos últimos anos de vida, a nova realidade urbana, social e econômica do bairro fez com que Vilson Steffen visse os “ideais pelos quais trabalhava naufragarem”. Para Vailati, talvez uma das razões que levaram o professor a se desmotivar seja a transformação ocorrida na Barra, como a construção do canal, a ocupação urbana e o início do turismo como atividade principal da região, a partir dos anos 90. O professor passou a se excluir do convívio social e em outubro de 2010 faleceu em decorrência de um problema de coração. Ainda segundo Vailati, do ponto de vista institucional, grande parte de seu trabalho não prosseguiu, mas há muitas pessoas no bairro que lutam para manter seus projetos e ideais.

O documentário sobre a vida de Vilson Steffen vai reunir150 fotografias (tanto do professor quanto da Barra da Lagoa), pesquisas antropológicas e entrevistas com pessoas que o conheceram. O lançamento está previsto para o mês de dezembro. “A ideia do documentário é que exista um processo interativo, em que o trabalho dos pesquisadores seja compartilhado com a comunidade”, completa Vailati. Por isso, uma das expectativas do grupo é de que o trabalho tenha distribuição didática nas escolas de Florianópolis.

Mais informações: Alex Vailati/  
Núcleo de Antropologia Audiovisual e Estudos da Imagem: (48) 3721-2241

Por Ana Luísa Funchal / Bolsista de Jornalismo na Agecom

Mais sobre pesquisas da UFSC:
UFSC se destaca no Prêmio Capes de Tese
Laboratório realiza ensaios para certificação de implantes de silicone pelo Inmetro
– Pesquisa sobre engenharia metabólica e evolutiva de leveduras conquista Prêmio Top Etanol
Professores da UFSC lançam publicação sobre mudanças climáticas
– Pesquisadores estudam mosquitos na Ilha de Santa Catarina
Tese produz subsídios para aproveitamento sustentável de bromélia nativa da Mata Atlântica
Rede Nacional de Pesquisa em Biodiversidade Marinha comprova redução de peixes no litoral
– Monografia sobre digestores anaeróbios para tratamento do lixo urbano é premiada
UFSC desenvolve sistema para monitorar alimentação e atividades físicas entre crianças de 7 a 10 anos
Pesquisa reforça indícios de que condições na infância afetam obesidade em adultos
UFSC abre inscrições para curso sobre células-tronco
Laboratórios do CDS avaliam atleta da patinação de velocidade
Presidente da Petrobras Biocombustível visita Laboratório de Remediação de Águas Subterrâneas
Prevenção do câncer é tema iniciação científica ent