UFSC » Notícias da UFSC » Governo Federal cria campus da UFSC em Blumenau

Governo Federal cria campus da UFSC em Blumenau
EMail
Publicado em 16/08/2011 às 14:45

A presidenta Dilma Rousseff assinou na manhã desta terça-feira, dia 16, no Palácio do Planalto, a criação de quatro instituições federais de ensino superior, 47 novos campi (entre eles o da Universidade Federal de Santa Catarina em Blumenau) e institutos de educação profissional e tecnológica nas 27 unidades da Federação (sendo três em Santa Catarina – São Bento do Sul, Brusque e Tubarão).

Estiveram presentes no ato o vice-presidente Michel Temer, o ministro da Educação, Fernando Haddad, outros ministros da República, os presidentes da Câmara e do Senado, governadores, prefeitos, reitores e representantes dos estudantes. A UFSC foi representada pelo seu reitor, Alvaro Toubes Prata.

Até 2012, serão implementados 20 campi universitários em oito estados e 88 unidades de institutos federais em 25 estados. Dezenas de prefeitos presentes na solenidade, em Brasília, assinaram termos de compromisso para a construção de 120 unidades de institutos em municípios dos 26 estados e no Distrito Federal. Pelas previsões, todas as unidades estarão em funcionamento nos próximos três anos.

As novas universidades federais serão instaladas no Pará, na Bahia e no Ceará. A Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) terá sede na cidade de Marabá, onde hoje funciona o campus Marabá da Universidade Federal do Pará (UFPA). A Universidade Federal da Região do Cariri (UFRC), no Ceará, terá sede em Juazeiro do Norte. Ela será instalada na atual estrutura do campus Cariri, que pertence à Universidade Federal do Ceará (UFCE).

A Bahia ganha duas instituições. A Universidade Federal do Oeste da Bahia (Ufoba) com sede em Barreiras, onde atualmente funciona o campus Barreiras da Universidade Federal da Bahia (UFBA), e a Universidade Federal do Sul da Bahia (Ufesba), que terá sede em Itabuna.

Em seu discurso, a presidenta Dilma Rousseff afirmou que dentro de quatro anos serão ativados mais 32 novos campi e 208 Institutos Federais de Educação Tecnológica. No total, haverá 562 instituições federais operando até 2014, o que equivale a quatro vezes mais do que em 2002. “Teremos 250 mil novas vagas nessas instituições”, garantiu ela. Hoje, já existem 912 mil jovens de baixa renda estudando de forma gratuita no país.

Um novo campus – O reitor da UFSC, Alvaro Prata, já havia dito na semana passada que considerava “um fato muito positivo” a criação de uma nova instituição federal de ensino superior em Santa Catarina. Na verdade, ao contrário do que pleiteava o próprio reitor e a população do Vale do Itajaí, o governo não cogita incorporar a Fundação Universidade Regional de Blumenau (Furb), federalizando a estrutura hoje existente. O argumento de Prata se baseava na tradição da Furb, que “tem um bom trabalho nas áreas da graduação, pós-graduação, pesquisa e extensão no Vale”.

Autoridades municipais e representantes da Furb estiveram presentes na solenidade desta manhã em Brasília. Hoje à tarde haverá uma reunião no Ministério da Educação para tentar convencer o governo a rever sua posição, integrando a fundação educacional no projeto.

Por Paulo Clóvis Schmitz/ Jornalista na Agecom

Foto: Marcelo Martins, do site da Prefeitura Municipal de Blumenau

Leia mais:

Comitiva catarinense ganha carta branca da União para implantar campus da UFSC em Blumenau

Comitiva catarinense garante uso da Furb como embrião para campus da UFSC

Dilma anuncia criação de universidades e unidades de institutos federais

Facebook Twitter
  • 1960 - 2010 - Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) | Central Telefônica - (48) 3721-9000
  • Última atualização do site foi em 18 de December 2014 - 17:49:21
SeTIC
Páginas UFSC